URGENTE

Prefeitura multa 5 blocos por descumprirem regras do carnaval de rua



Prefeitura multa 5 blocos por descumprirem regras do carna val de rua de SP

Folia no Largo da Batata foi suspensa após violência; blocos foram multados em até R$ 200 mil por sair fora do horário e vender bebida.
Por G1 SP


A Prefeitura de São Paulo multou cinco blocos por não seguirem as regras do carnaval de rua da capital. Os valores passam de R$ 200 mil.

Segundo o prefeito, Bruno Covas, os blocos tinham conhecimento das regras desde o ano passado, quando tiveram acesso a um manual elaborado pela administração municipal.

"Esta multa cobrada foi combinada no caderno que foi elaborado pela Prefeitura em 2018. Todos se inscreveram sabendo quais são as regras do jogo e nós vamos cumprir. Todos sabiam dos valores das multas, inclusive, que em alguns casos é por metro quadrado", disse Covas.

Os blocos Baixo Augusta e O Fuxico foram multados porque passaram do horário delimitado para que desfilassem. No caso Baixo Augusta, bloco que era dirigido pelo atual secretário de Cultura da cidade, Alê Youssef, a multa passa dos R$ 200 mil.

Já o bloco Faísca foi multado porque saiu às ruas sem ter se cadastrado. O bloco Carnamauri, foi multado porque vendia bebida e não estava autorizado para tanto. Isso porque os os únicos autorizados a vender bebida durante a folia são os ambulantes cadastrados.

Já o bloco Meu Glorioso São Cristovão não apareceu na Avenida Berrini, na Zona Sul de São Paulo, onde desfilaria.

Segundo Bruno Covas, outros blocos ainda poderão ser multados, com o objetivo de garantir a segurança do carnaval paulistano.

Também não haverá mais folia no Largo da Batata, na Faria Lima, devido à violência registrada no local no fim de semana. O local não será palco de blocos no pós-carnaval, no próximo fim de semana, e também deverá ficar fora da folia em 2020.

"Até agora, o nosso levantamento mostra que os novos trajetos foram um sucesso. Só no Largo da Batata que, por questões de segurança, foi suspenso neste fim de semana e também não teremos mais nada lá", disse Covas. "Por enquanto, neste ano, está suspenso o carnaval no Largo da Batata", salientou o prefeito.

Nenhum comentário