URGENTE

Thammy tem posse como vereador suspensa e protesta na Câmara de São Paulo








Thammy Miranda chegou à Câmara Municipal de São Paulo para sua posse como vereador, mas o mandato terminou antes mesmo de começar

. Camilo Cristófaro (PSB), que havia sido cassado, conseguiu recuperar sua vaga, que seria preenchida pelo filho de Gretchen, por meio de uma decisão tomada pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin.

Thammy subiu à tribuna, à convite do presidente da Câmara dos Vereadores, Eduardo Tuma, e fez um pronunciamento lamentando a decisão da Justiça de reinstalar Camilo. O discurso dele rendeu aplausos no plenário. De volta à Câmara, Cristófaro foi cumprimentado por alguns presentes e ouviu gritos de apoio.

"Pra cima deles, Camilo!", gritou um. "Corrupto", gritou uma opositora. O vereador, inclusive, chegou a se referir a Thammy no feminino, sendo corrigido pelo presidente. "Era menina quando conheci", rebateu Camilo, que ainda criticou o discurso de Thammy. "A Justiça está feita, quem decidiu foi o relator da Lava Jato. Não vamos colocar em dúvida a decisão da Justiça", declarou o vereador. Ao UOL, Thammy mostrou revolta com a postura de Camilo de chamá-lo no feminino. "Essa é a intolerância que a gente sofre todos os dias, ele é só mais um. Isso me dá mais força ainda para lutar", disse ele.

A decisão do ministro Fachin tem caráter liminar e ainda não foi julgada pelo resto do TSE, ou seja, ainda pode ser derrubada, uma possibilidade pela qual torce Andressa Ferreira, mulher de Thammy, que o acompanhou na posse que não houve. "Decepcionante é o fato de políticos terem privilégios. Acho que se fosse um cidadão normal não conseguiria uma liminar em sete horas. Já que o vereador [Cristófaro] está sendo acusado por corrupção, ele não deveria continuar no

Thammy planeja recorrer da decisão e batalhar para que possa ser reconhecido: "Não perdi o cargo para ele ainda. Acabamos perdendo para a ignorância, a intolerância. É isso que vejo. Isso tudo pode reverter. Foi difícil [fazer o discurso]. Mistura emoção, indignação, não estou acostumado". O advogado de Thammy, Alexandre Bissoli, disse que levará a questão de volta ao próprio TSE: "O que houve foi esse efeito suspensivo.

O que Camilo conseguiu é recorrer do mandato. Não somos parte do processo hoje. Vamos estudar tecnicamente são possibilidades do Thammy, mesmo não sendo parte do processo, de alguma forma ingressar, porque ele passou a ter interesse de alguma forma". Eles também pretendem tentar acelerar o julgamento da liminar na corte eleitoral. "Para nós, o que interessa é haja o julgamento efetivo, para que a decisão seja em definitivo. Senão fica nesse impasse como o de hoje", concluiu o advogado.





Guilherme Machado


Do UOL, em São Paulo


21/03/2019 15h43



Nenhum comentário